*** MINHA MENINA TEM GOSTO DE MAÇA E MEL***LADYM E SEÑORITA MALAGUETA









Desci do carro com o sol ofuscando meu rosto. Paguei o táxi e ouvi o gritinho na sacada... Ela com um sorriso nos lábios e um vestido florido me recebeu...
Jogou-se em meus braços e nos beijamos demoradamente. Nossa, que saudades dos beijos molhados e doces da Mel...


Puxando-me pelas mãos, levou-me ao banheiro onde nossa banheira estava cheia de espuma e pétalas de flores... Romântica incorrigível essa minha moleca...


Pequenina mas hábil foi me despindo e espargindo beijos por todo meu corpo. Ela sempre foi assim e conseguia exercer sobre mim um fascínio incrível... Meu corpo destilava desejo ao mínimo toque das mãos dela e minha pele recebia seus carinhos como se uma descarga elétrica a tivesse tocado.


Minha menina, deliciosa... Era agora a minha vez de despi-la. Enquanto ela me olhava querendo literalmente comer meus seios, eu a sentava num banquinho para esfregar meus mamilos em seu rosto. Ela quis abocanhá-los, mas não deixei. Fez um muxoxo de menina caprichosa e minha gargalhada fez-se ouvir...


Eu adoro provocá-la, vê-la implorar por minha língua, minha boca, minhas mãos... Adoro senti-la minha, só minha, molhada, lasciva, despudorada e totalmente enlouquecida por meu corpo.


Quero assim, sempre minha, completamente ENTREGUE.


LadyM




Ansiava por sua chegada. Há tempos não nos víamos. Sonhava em sentir meu corpo queimar e tremer por sua delicada pele a me tocar.
Preparo-me da maneira que você tanto gosta: suave perfume, cabelos ao vento e um vestido florido de tecido fino que deixa transparecer minha excitação indicada pelos rosados seios rijos.


Ouço o barulho do taxi. Corro para a varanda e a vejo descer e olhar diretamente em meus olhos. Nossos olhos flamejantes se cruzam. Trocamos nossa primeira carícia visual. Seus olhos me despem. Desnudo-a com os meus. Rapidamente corro para entrada. A porta se abre. Malas são lançadas ao chão. Braços se enlaçam. Bocas encontram o desejo incandescente em um voluptuoso e ardente beijo.


Minhas mãos perdem-se ansiosas por suas costas. Sua pele a arrepiar. Um sorriso de Lolita a atrai para nosso banho de espuma, pétalas e aromas. Olhos nos olhos, peça por peça, dispo-a. Vagarosamente... Imensa é minha sede de tê-la, mas quero me deleitar de cada centímetro de minha dona. Sem tempo, sem pressa, sem hora, Senhora.


Vestes ao chão, sobrando-nos apenas as mais íntimas. Virando-te de costas a beijo e, sorrateira, escalo suas costas até alcançar o fecho do sutiã e abri-lo lentamente. Antes mesmo que ele toque o chão, minhas mãos encontravam seu seio intumescido. O corpo arqueia ao toque de minhas pequenas mãos. Mãos que delineiam, moldam suas curvas e escorregam pelos quadris levando-me até seu sexo. Noto sua excitação mesmo por cima do leve tecido da calcinha. Deliro! Toma o ar seu inconfundível perfume de fêmea molhada, desejosa em ser penetrada!


Mas minha dona é indomável. Toma-me, faz-me sua, tem-me, domina-me e impede que me delicie em tuas águas. Com ares de superioridade me despe, mostrando quem realmente manda. Não é necessário, sabes que sou unicamente sua.


Tentando me coagir em um só olhar, despe-me carinhosamente sem deixar de forte, impetuosa! Você parece se divertir com meu querer, tesão aflorado. Beijando-me a nuca, conduz-me até nosso banho, nossa banheira perfumada a espera dos corpos em brasa, testemunha de intenso amor e desejo. Nossos corpos flutuam sobre quentes águas.


Defronte, me fitas num olhar de mistério e ousadia. Urgente vontade de te tomar minha o quanto antes. Mas a espero desafiadora do outro lado da banheira. Permaneço ali impassível, apenas a olhar, esperando uma ação de minha dona, minha mulher, minha amada.


Vens até mim. Deliro em suas mãos percorrendo suavemente minhas pernas, deslizando vagarosamente sobre a espuma com aroma de maçã. Fecho os olhos e apenas a sinto!




SEÑORITA MALAGUETA

Comentários

Jessie disse…
ual...
sem palavras...
Marcia Paula disse…
Esse encontro precisa acontecer mais vezes. Fiquei arrepiada, queridas. Parabéns!
LadyM disse…
Adoro estar em meio a tuas palavras. Enroscada...rs...Beijos linda, saudades.